Sonetos de um tempo em que os sonhos e a magia flutuavam em minhas varandas

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Se For Falar do Meu Amor...




Se falar do meu amor, a intensidade,
Talvez você, nem consiga acreditar...
Se falar do que sinto, a enormidade,
As duvidas poderão, amor, te assaltar...

Se contar do tanto que me invade,
Toda vez que em ti, começo a pensar,
Do meu querer, a total seriedade
Certamente você, irá se espantar...

Se for te contar tudo o que sinto,
Das vontades e dos pensamentos,
Dos desejos e dos sentimentos,

Você verá, com certeza, não minto...
Saberá que não são fingimentos,
Que são sinceros, meus juramentos!
(ania)

6 comentários:

  1. Uma poesia que é plena de ternura. Linda!...
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Seu blog é muito interessante...
    Estou te seguindo.... Tenha um Lindo Dia!
    Siga meus Blogs: http://cartasdeumcoracao.blogspot.com/
    E http://deusemminhaalma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá, vim convidá-la a dar uma espiada em meu livro, O VOO DA ESTIRPE no site http://www.clubedeautores.com.br/book/47750--O_voo_da_estirpe
    Um romance contemporâneo cheio de surpresas e emoções.
    Aproveitando para divulgar os sorteios mensais de meus livros em meu blog entre os meus seguidores. Basta seguir. Dia 10/07, será o sorteio do livro O SEGREDO DE EVA http://www.clubedeautores.com.br/book/47135--O_segredo_de_Eva
    um grande abraço, vamos em frente!
    Adriana

    ResponderExcluir
  4. Gosto tanto daqui quanto daquela acolhedora Varanda Azul... Ficou muito bonito o novo visual deste blog, delicado e manso... Li todas as postagens desta página e poderia comentá-las uma a uma, mas deixo o elogio apenas aqui. Parabéns!

    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Muito lindo!!Estou te segiundo beijos.

    ResponderExcluir
  6. Linda, triste e comovente "Saudade"

    Você verá, com certeza, não minto...
    Saberá que não são fingimentos,
    Que são sinceros, meus juramentos!

    Enviei-lhe uma mensagem de (Help), contato do R.L.

    ResponderExcluir